Interessante

Looks Matter in STEM Degrees, Finds Study

Looks Matter in STEM Degrees, Finds Study


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Quando se trata de cursos de ciências, tecnologia, engenharia e matemática (STEM), um novo estudo descobriu que, infelizmente, parece importante e as discrepâncias são baseadas na raça.

VEJA TAMBÉM: OS 9 GRAUS DE ENGENHARIA MAIS PROCURADOS

Fotos codificadas para corrida

Pesquisadores da Rice University examinaram uma história de cinco anos de alunos que foram para a faculdade para obter um diploma em STEM. Eles então mediram quanto tempo permaneceram em seus estudos com fotos codificadas dos alunos.

A codificação da foto baseou-se na medida em que os alunos exibiam características físicas consideradas estereotipadas para suas raças (branca, negra ou asiática). Os pesquisadores então empregaram uma análise de regressão logística.

O que eles descobriram foi que os alunos asiáticos que pareciam mais estereotipados racialmente eram significativamente mais propensos a concluir seus estudos, enquanto os alunos negros que pareciam mais estereotipados racialmente tinham menos probabilidade de concluí-los. Foi relatado que os alunos brancos não tinham diferenças significativas.

“Acho que vivemos em uma suposta meritocracia, onde as pessoas acreditam no que você consegue nos testes e como você se sai em sala de aula é o que importa”, disse Hebl.

"Nossa pesquisa diz que sua aparência é importante e pode afetar sua probabilidade de sair ou permanecer em um campo STEM. E isso é muito chocante."

Os conselheiros imitam os primeiros resultados

Para testar ainda mais sua teoria, os pesquisadores desenvolveram uma segunda parte do estudo, na qual orientadores acadêmicos de 50 universidades importantes dos Estados Unidos recomendaram quais alunos deveriam ter aulas relacionadas a STEM. A avaliação foi feita com base em fotos dos alunos.

As fotos mostradas eram sempre da mesma raça e gênero. A única diferença era que um era mais estereotipado racialmente do que o outro.

Os pesquisadores relataram que os conselheiros eram consideravelmente mais propensos a recomendar estudantes asiáticos de aparência estereotipada para as aulas de STEM. Mais preocupante, eles eram menos propensos a escolher mulheres negras estereotipadas. No entanto, o preconceito não se estendeu aos homens negros.

Os pesquisadores acreditam que a sociedade e os pesquisadores precisam trabalhar mais para entender os preconceitos dentro das raças do que apenas entre as raças.

"Este estudo é importante porque aumenta a consciência sobre como as decisões baseadas em estereótipos podem resultar em resultados negativos muito reais para os alunos STEM", escreveram os autores.

"Esperamos que, ao chamar a atenção para este tópico, crie ondas de consciência e comportamentos que levem a resultados mais autênticos e meritocráticos."

O estudo está publicado noJornal de Personalidade e Psicologia Social.


Assista o vídeo: Looks matter when it comes to success in STEM, study shows (Julho 2022).


Comentários:

  1. Hearpere

    É difícil dizer.

  2. Wendlesora

    Maravilhoso, esta é uma mensagem muito preciosa

  3. Wuyi

    Você atingiu a marca. Excelente reflexão, concordo com você.

  4. Wartun

    Na minha opinião, você admite o erro. Entre que discutiremos. Escreva-me em PM.

  5. Kabaka

    Eu acho que você está errado. Envie-me um e-mail para PM, vamos discutir.

  6. Lufti

    Você está errado. Eu posso defender minha posição. Escreva para mim em PM, discutiremos.



Escreve uma mensagem